Coletânea de Poemas Satíricos e de Maldizer

“É difícil não escrever sátira”. Juvenal, século I d.C.

Apesar da sátira literária ser bem mais antiga, o título da coletânea se inspira na Literatura Galega Portuguesa do século XII, a primeira literatura em nossa língua. O trovadorismo se dividia em Cantigas de Amor, Cantigas de Amiga e Cantigas de Escárnio e de Maldizer (ou Burla).

Os poemas devem conter sátira, ou humor ácido, sobre alguém, algo ou fato, sem nomear a pessoa, como era feito na Idade Média, porém a linguagem deve ser a atual.

A sátira não precisa ser de pessoas, coisas ou fatos conhecidos, o tema pode ser social, universal, ou sobre algo íntimo e pessoal.



Edital - Poemas Satíricos e de Maldizer
.pdf
Download PDF • 135KB



782 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo